shadow

Infelizmente, este assunto, é uma das minhas maiores preocupações quando se trata de analisar a situação da maioria das micros, pequenas e médias empresas pois, a grande parte delas (algo em torno de 90%) não tem este controle e, o empresário, nem sabe como fazer os cálculos e, portanto, não sabe se tem lucro ou prejuízo nos seus negócios.

Por incrível que possa parecer este é um dos principais motivos de fechamento de tantas empresas antes de completarem 5 (cinco) anos de atividade. O empresário, na maioria das vezes, pensa que basta comprar a mercadoria, multiplicar por 2 ou 3 e terá 100% de Lucro e é aqui, neste ponto, que começa a colocar a corda no pescoço pois, para algumas empresas pode até funcionar mas, para a maioria, significa que está tendo um bom prejuízo ou apenas “trocando figurinha”, ou seja, consegue chegar apenas no PONTO DE EQUILÍBRIO, quando consegue.

A maioria não conhece as regras básicas de custos e formação do preço de venda (precificação):

Indústria

O preço de venda deve ser formado pelos seguintes componentes e informações: matéria prima + materiais auxiliares + embalagem + mão de obra (tempo de execução de cada tarefa) + encargos sociais da MO (inclusive provisão de 13º, Férias e Rescisão) + benefícios dos colaboradores + depreciação + rateio dos custos fixos + rateio das despesas operacionais fixas + impostos da venda + comissão de venda + logística (entrega se houver) + lucro desejado + encargos financeiros se a venda for à prazo = Preço de venda do produto

Na indústria, um dos pontos mais importantes, é o TEMPO DE EXECUÇÃO de cada tarefa na fabricação do produto final, é fundamental este conhecimento para que o valor de venda seja justo e verdadeiro.

Comércio

O custo da mercadoria + rateio dos custos e despesas operacionais fixas (aqui já incluso a MO e os encargos + depreciação) + impostos da venda + comissão + logística (se houver) + lucro desejado = Preço de venda da mercadoria

No comércio, um dos pontos mais importantes, é conhecer a quantidade média de peças vendidas pois, mais facilmente, é o fator que é mais utilizado para a formação do preço de venda, além do valor médio de vendas.

Serviços

Considerando a quantidade de colaboradores teremos um total de horas disponíveis no mês. Com base no total das despesas e custos fixos podemos dividir este valor pelo total de horas úteis. Neste caso, teremos: custos e despesas operacionais fixos / horas úteis + custos variáveis + impostos + lucro desejado = Preço de venda da hora de serviço

Lucro ou Prejuízo

Embora não seja o tema desta matéria, encontrar o Lucro ou Prejuízo mensal, para a maioria dos empresários, é impossível, pois não existe nenhum tipo de controle ou relatório que o mesmo se preocupe em elaborar e conhecer este índice ou informação que é de extrema necessidade em qualquer tipo de negócio ou ramo de atividade.

Resolvendo todos os problemas acima

Com o intuito de colaborar com a maioria dos pequenos e médios empresários que veem nos tópicos acima grandes problemas e dificuldades, gravei algumas vídeos aulas para auxiliar na compreensão dos mesmos e, desta forma, resolverem este grave problema, aprendendo como fazer. Fiquem a vontade para copiar as planilhas das aulas.

AULA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DO PREÇO DE VENDA PARA PRODUTOS (INDÚSTRIA)

AULA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DO PREÇO DE VENDA PARA COMÉRCIO (REVENDAS), nesta aula eu explico, também, a respeito do PONTO DE EQUILÍBRIO e Valor de Mercado

AULA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DO PREÇO DE VENDA PARA SERVIÇOS

AULA DE CONTABILIDADE E ANÁLISE ECONÔMICA DE BALANÇO (LUCRO OU PREJUÍZO)

Estudar, se capacitar e aprender, deve ser um dos objetivos de todos os empresários, estou a disposição caso tenha alguma dúvida.

Publicidade

shadow

Artigos Relacionaods



Deixe uma resposta